Mausoléu de Evita Perón atrai muitos turistas

María Eva Duarte de Perón  nasceu na província de Buenos Aires no dia 7 de abril de 1919. Antes de se casar trabalhou como atriz mas só  ganhou  destaque quando seu marido, o general Juan Domingo Perón, foi eleito presidente do país, em 1946. Eva se tornou primeira-dama da Argentina  e  com seu jeito ousado conquistou seu posto na vida pública. Depois de alguns anos como Evita, nome que ela mesmo  escolheu (deste modo, dizia que  caminharia com seu povo)  assumiu  a vice-presidência da Argentina.

Sua carreira não durou muito. Aos 33 anos descobriu um câncer de útero e veio a falecer em 26 de julho de 1952.  Evita ficou embalsamada  e exposta à visitação pública. Em 1955, seu corpo foi roubado por conta de um golpe de Estado e enterrado em Milão, na Itália. Após dezesseis anos o corpo foi exumado e transladado para a Espanha.  Neste local, o corpo de Evita foi entregue ao ex-presidente Perón que estava exilado em Madri.

Juan Domingo Perón voltou para a Argentina em 1973 e foi reeleito presidente, casou-se com sua terceira mulher,  Isabelita  Pérón que assumiu como vice. Depois da morte de Perón, em 1974, Isabelita Perón traz o corpo de Evita para a Argentina onde foi exposto novamente por pouco tempo. E finalmente  enterrada, em novembro, do mesmo ano, no mausoléu da família Duarte no cemitério da Recoleta, em Buenos  Aires.  Existem  alguns “boatos” que alguns “fanáticos” já pediram a canonização de Evita Perón.

foto4     foto3

foto2

Leave a comment

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *