Conheça o Osoushiki (funeral japonês)

 O ritual de falecimento dos japoneses tem várias curiosidades interessantes. Quando possível, os japoneses trazem a pessoa que faleceu para passar uma última noite em sua própria casa, e “descansar em seu próprio futon uma última vez”. Familiares e amigos prestam uma última visita para despedir-se da pessoa falecida. Na manhã seguinte o corpo é levado em lenta procissão ao local onde os serviços de preparo do corpo serão feitos, caso não sejam feitos na própria residência. Dependendo da preferência da família, pode ser um templo ou uma casa funerária.

Como em vários lugares do mundo, no Japão a maioria das pessoas se veste de preto para ir a velórios. Os familiares a amigos que chegam a um funeral costumam  deixar presentes em um envelope chamado KÕDEN, que no sentido literal quer dizer contribuição para compra de incenso e é oferecido à família enlutada. Esses envelopes são encontrados em papelarias e lojas de conveniência, e os valores doados variam de acordo com o grau de relacionamento que se tinha com a pessoa que faleceu. No envelope deve constar o nome da pessoa que está fazendo a doação, para que a família depois providencie agradecimentos.

Evita-se dar somas em dinheiro com o número 4, ou quatro cédulas de dinheiro (o número 4 em japonês tem o mesmo som da palavra “morte”, e isso é considerado uma gafe).

A Partida

Sugestão: O filme “A Partida” (Japão, 2008) retrata um pouco da cultura japonesa em funerais. Na história o músico Daigo Kobayashi (Masahiro Motoki) se endivida ao comprar um instrumento. Em busca de emprego, ele se candidata a uma vaga bem remunerada sem saber qual será sua função. Após ser contratado, descobre que será assistente de um agente funerário, o que significa que terá que manipular pessoas mortas. De início Daigo tem nojo da situação, mas a aceita devido ao dinheiro. Mas aos poucos ele passa a compreender melhor a tarefa de preparar o corpo de uma pessoa morta para que tenha uma despedida digna. Além de conhecer um pouco da cultura japonesa, o filme é muito interessante por retratar a preocupação, carinho e respeito que os profissionais da área precisam ter ao executar seu trabalho. Vale a pena conferir.